Estudioso do big bang sustenta que radiação de antenas e celulares não causa câncer

12/08/2019

O astrofísico teórico norte-americano, Dr. e PhD Ethan Siegel, um dos estudiosos do big bang [teoria cosmológica dominante sobre o desenvolvimento inicial do universo], foi enfático ao responder aos questionamentos feitos pelo Dr. Alex Berezow, vice-presidente da The American Council on Science and Health, uma organização pró-ciência de defesa do consumidor norte-americana: antenas e celulares não causam câncer nem danos à saúde humana.

Ethan Siegel explicou que há três considerações a serem levadas em conta para se determinar se uma fonte de radiação é perigosa: a energia por fóton, a quantidade total de energia e a capacidade do objeto exposto à energia para a absorção da radiação. No caso da primeira hipótese – energia por fóton –, o cientista sustentou que “os fótons associados ao espectro de rádio são muito fracos para romper as ligações químicas, o que significa que eles não podem causar câncer.”

O especialista prosseguiu afirmando que “a quantidade total de energia à qual os corpos humanos são expostos pela radiação de radiofrequência é muito baixa.” Além disso, acrescentou, “os corpos humanos não são bons em absorver essa radiação. É por isso que o 5G ou qualquer outra frequência móvel, para não mencionar o próprio rádio AM/FM, não provoca câncer”, relatou Ethan Siegel.

O artigo do Dr. Alex Berezow, vice-presidente da The American Council on Science and Health, publicado no dia 29 de julho, critica as desinformações que estão sendo lançadas à opinião pública, especialmente, por conta da chegada do 5G ao mercado norte-americano. O cientista lembrou que o National Cancer Institute, dos Estados Unidos, tem uma página dedicada ao tema, para explicar que os telefones celulares e antenas não causam câncer.

“As denúncias são primárias, mentirosas e do jeito que estão sendo feitas prejudicam a própria ciência. Se a radiação fizesse todo mal que eles propagam, a própria luz do sol já teria matado os seres humanos. A desinformação científica precisa ser combatida. As teorias das conspirações não podem seguir adiante”, completou.

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Especialistas descartam impacto de antenas e smartphones na saúde


Cobertura especial feita pela Newsletter Telebrasil mostra a falta de fundamento científico na onda de desinformação que avançou sobre a tecnologia móvel. Especialistas brasileiros e referências internacionais atestam que nenhum efeito adverso à saúde humana foi comprovado nas últimas décadas, apesar dos muitos e diferentes estudos realizados. A Anatel, órgão regulador do setor no Brasil, garante que os temores propagados pelas fakes news não têm respaldo técnico. Leia mais


Copyright © 2017-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital