Competitividade brasileira virá com mão de obra mais qualificada

11/07/2019

O momento é particularmente importante para o Brasil encontrar o seu lugar como economia competitiva diante da transformação digital. É o que afirma o vice-presidente da Fenainfo, Rafael Sebben. Para ele, a competitividade é um fator diretamente ligado à qualificação profissional.

“Nossas empresas precisam de maior relevância, e a mão de obra é fundamental para que elas possam se destacar tanto no mercado interno quanto externo. Representamos 2,5% do mercado mundial de TICs, muito aquém da ambição que temos de chegar a 8%, 9% desse mercado. Estamos devendo para a economia nacional”, avalia Sebben.

A entidade defende a aprovação do projeto de lei 10.762/18, que cria o serviço de aprendizagem da indústria de TICs. “O projeto vai muito além da formação de obra apenas para o setor de TICs. Estamos falando do fator de competitividade do País. Competitividade dentro da indústria 4.0, competitividade para fora do Brasil”, insiste. Assistam à entrevista.

Fenainfo - Federação Nacional das Empresas de Informática
TICs - Tecnologias da Informação e Comunicação

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Brasil tem de ensinar as profissões do futuro


Para aproveitar a oportunidade da digitalização da economia, é obrigatório investir na formação de mão de obra, segundo o deputado federal Vinicius Poit. Leia mais

Congresso precisa se sensibilizar para demanda de mão de obra em TICs


Responsável pelo projeto de lei 10.762/18, que cria o serviço social de aprendizagem das TICs, o deputado Alex Santana diz que busca um caminho para atender à necessidade de qualificação profissional em tecnologia. Leia mais

Para governo, qualificação em TICs deve começar na escola


A demanda por profissionais advinda da transformação digital precisa ser atendida o quanto antes, ressalta o diretor do departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação do MCTIC, José Gontijo. Leia mais


Copyright © 2017-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital