Imposto zero é fundamental para o País entrar na onda da Internet das Coisas

11/07/2019

O projeto de lei 7.656/2017 – que zera as taxas para dispositivos da Internet das Coisas e está à espera de votação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara – é fundamental para o desenvolvimento dessa tecnologia no País, afirma o deputado Paulo Ganime (Novo/RJ), um dos defensores da proposta.

“Essa taxa foi concebida quando não se tinha noção de Internet das Coisas. Era muito mais uma taxa de fiscalização para celular. E da forma como está hoje na lei – um chip em casa, na indústria, na agricultura, que faz conexão máquina a máquina – cria-se um impedimento, sem avançar como poderia, por conta dessa taxa”, diz Ganime, um dos articuladores da aprovação do projeto na Comissão de Finanças e Tributação.

À Newsletter da Telebrasil, o parlamentar observa que a Internet das Coisas está crescendo no mundo, e o Brasil precisa agir para não ficar atrás. Segundo ele, a tributação não pode amarrar a inovação tecnológica. Assistam à entrevista.

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Governo quer a regulamentação das antenas para resolver conflitos com direito de passagem


Em que pese a previsão em lei de que o uso do direito de passagem é gratuito, nem o próprio governo segue essa disciplina, admite o subsecretário de Regulação e Mercado do Ministério da Economia, Gabriel Fiuza. Leia mais

Brasil ativa 10 milhões de celulares 4G desde o início do ano


As redes de 4G já chegam a 4.534 municípios brasileiros, onde moram 96% da população, revela balanço da Associação Brasileira de Telecomunicações. No total, o Brasil já conta com 207,8 milhões de acessos à internet pela rede móvel. Leia mais


Copyright © 2017-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital