Fortaleza reformula lei de antenas municipal
e ganha 75 posições no Ranking Cidades Amigas da Internet

19/06/2019

Em 12 meses, Fortaleza deu um salto de 75 posições no Ranking Cidades Amigas da Internet e saiu das últimas colocações para a 22ª. A boa performance fez a capital cearense aparecer na 8ª posição no Ranking entre as capitais do País. A guinada aconteceu porque a gestão pública reformulou a sua legislação, observou a secretária da prefeitura de Fortaleza Maria Águeda Caminha.

A jornada para se tornar cidade amiga da internet começou com a revogação da Lei Complementar nº 8914/2014, que determinava uma distância mínima para instalação de antenas, o que levou ao indeferimento de mais de mil processos de licenciamento. Em 2017, o município aprovou a Lei Complementar nº 230, que mudou o a forma de licenciar antenas.

“Tentamos elaborar uma legislação em conjunto com as prestadoras de serviços de telecomunicações. É uma única licença, mas tem categorias, e definimos também os critérios de isenção para alguns equipamentos”, explicou a secretária. Maria Águeda Caminha considera que ainda existem alguns pontos de melhoria, como a revogação da emenda proposta pelo vereador Acrísio Sena, que coloca raio de distanciamento de escolas e hospitais, que, na visão da secretária, são áreas críticas e onde são muito necessários os serviços de telecomunicações. A previsão de revogação da emenda, segundo ela, é para este ano.

O licenciamento das antenas nos municípios continua sendo um entrave para o avanço da conectividade e dos serviços de telecomunicações no Brasil. Apesar da promulgação da Lei das Antenas (nº 13.116), em 2015, que estabeleceu normas gerais para implantação e compartilhamento da infraestrutura de telecomunicações, as prestadoras de serviços ainda enfrentam empecilhos na hora de implantar e expandir suas redes, seja para instalar antenas, seja não tendo a gratuidade no direito de passagem. Assistam à entrevista com Maria Águeda Caminha.

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Ranking Cidades Amigas da Internet tem São José dos Campos na liderança e Porto Alegre como a melhor capital


Estudo da consultoria Teleco, divulgado no Painel Telebrasil 2019, evidencia a necessidade de atualização de lei municipais que dificultam a instalação de antenas. A capital gaúcha reformulou a sua legislação e pulou das últimas posições para a 4ª colocação. Brasília, Florianópolis, Belo Horizonte e São Paulo, que mantêm entraves à implantação de antenas, figuram nas últimas posições do ranking entre os 100 maiores municípios brasileiros em população. Leia mais

Teleco: adequação à Lei das Antenas e agilidade nos processos fazem a diferença


"As cidades que avançaram perceberam que conectividade traz desenvolvimento rápido", afirma o presidente da consultoria Teleco, Eduardo Tude, sobre o impacto dos rankings Cidades Amigas da Internet e Serviços das Cidades Inteligentes. Leia mais


Copyright © 2017-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital