Ericsson: um ano de atraso na
implantação do 5G, e o governo deixará
de arrecadar R$ 25 bilhões até 2025

11/06/2019

As redes de telecomunicações são as plataformas tecnológicas mais importantes do mundo, e é através da digitalização que conseguimos transformar um país, melhorando a eficiência em todos os setores da economia, e é por isto que o 5G é infraestrutura crítica, destacou Eduardo Ricotta, presidente-executivo da Ericsson Latam Sul, ao participar do Painel Telebrasil 2019.

“O 5G é importante para aumentar a competitividade do País, promover inovação e atrair investimentos. Mais da metade do crescimento econômico na próxima década será consequência do uso dessa tecnologia”, afirmou, acrescentando que o 5G começa uma nova era, a da digitalização, que leva ao incremento da competitividade. Segundo Ricotta, um ano de atraso na implantação do 5G custará ao governo, até 2025, a perda de uma arrecadação estimada em R$ 25 bilhões.

Ricotta chamou atenção para a necessidade de simplificação. “Propomos a autoregulamentação e que a instalação de antenas seja facilitada para melhorar a velocidade de implantação dos sites”, defendeu. Menores valores para o espectro e fomentar um ambiente digital seguro e confiável são outros pilares que têm de ser observados, de acordo com o presidente da Ericsson Latam Sul. Assistam à entrevista com Eduardo Ricotta.

Sociedade 5G

No Painel Telebrasil 2019, a Ericsson lançou o projeto Sociedade 5G, que tem como objetivo simplificar o acesso ao conteúdo sobre a nova tecnologia. Também tem a intenção, por meio de artigos, entrevistas e estudos, de mostrar aos brasileiros como o 5G transformará a rotina das pessoas, impactando não só os consumidores, mas também diferentes pontos dos diferentes segmentos da indústria. http://sociedade5g.com.br/

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Painel Telebrasil aponta caminhos para um novo ciclo de investimentos


Duas décadas de sucesso impõem discussões para definir os rumos do futuro do País e o Painel Telebrasil, segundo o presidente da Associação Brasileira de Telecomunicações, Luiz Alexandre Garcia, é o marco para avançar nos debates sobre legislação, regulação e tecnologias que possibilitem a transformação digital. Leia mais

Aprovação do PLC 79/16 é essencial para políticas públicas de inclusão digital


Para o conselheiro da Anatel Aníbal Diniz, ao produzir o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações, a agência constrói uma ferramenta para orientar as ações do governo e do mercado daqui para frente. Leia mais

LCA Consultores: Brasil Digital requer dar prioridade às telecomunicações

“Uma agenda digital pode nos permitir ganhar, em cinco anos, 31 posições que perdemos nos últimos cinco”, afirma a sócia da LCA Consultores, Cláudia Viegas. Leia mais


Copyright © 2017-2019 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital