5G será um facilitador para
a Internet das Coisas

27/12/2018

Há uma jornada para encontrar áreas de receita para o 5G, e a Internet das Coisas é uma delas, disse o engenheiro especialista do CPqD Gustavo Correa Lima, que participou do da 6ª edição do 5G Global Event, organizada pela Telebrasil e que reuniu, em novembro, especialistas do planeta pra discutir a evolução do 5G, no Rio de Janeiro.

Correa Lima lembrou que, a partir de 2022, a projeção é que os dispositivos conectados possam transmitir imagens. Do ponto de vista de capacidade de rede, isso significa que o 4G ficará incapacitado de fazer essa transmissão. “O momento é de encontrar soluções para viabilizar a conectividade para esses milhões de objetos conectados”, observou.

Sobre o 5G em áreas remotas, o especialista do CPqD disse que há um forte trabalho, especialmente no País, por meio do projeto 5G Brasil, para encontrar novas tecnologias capazes de levar a quinta geração da telefonia móvel para áreas com infraestrutura carente. Assistam à entrevista com Gustavo Correa Lima.

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Painel Telebrasil 2019


A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais

Flexibilidade é o maior diferencial do 5G


Os satélites terão papel complementar à arquitetura 5G, especialmente, no Brasil. “Vamos dar suporte à última milha”, afirma o conselheiro estratégico da SES e integrante do 5G Brasil, Gerson Souto. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital