5G precisa estar no centro da agenda política

07/12/2018

A nova onda tecnológica representada pelo 5G é muito mais do que uma nova geração de serviços em telefonia móvel. Como lembrou o presidente da Anatel, Leonardo de Morais, trata-se de um salto de produtividade que vai muito além do setor de telecomunicações. O executivo participou do 5G Global Event, organizado pela Telebrasil e realizado nos dias 28 e 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

“Se o 4G já mudou a vida das pessoas, o 5G vai remodelar a sociedade, os meios produtivos. O 5G significa aumento de produtividade, novas possibilidades de crescimento econômico, de desenvolvimento. Outros setores, como saúde, transporte e agrobusiness, serão extremamente beneficiados, seja por IoT massiva ou aplicações críticas que exigem latência muito baixa”, decretou.

Por isso mesmo, advertiu o presidente da Anatel, é tema que transcende a agenda setorial. “O 5G deve estar no centro da estratégia de desenvolvimento do País. E uma estratégia digital, por melhor que esteja delineada, exige conectividade.” Assistam à entrevista.

Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações

Acompanhe as notícias do setor na AGÊNCIA TELEBRASIL

Painel Telebrasil 2019


A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais

5G tem vários desafios a serem enfrentados pelo Brasil


A prioridade é permitir que se crie uma infraestrutura com capacidade para conectar as milhares de estações radiobase que serão necessárias para a quinta geração da telefonia móvel, observa o presidente da Telebrasil, Luiz Alexandre Garcia. A participação em um evento global é a prova da relevância do País na indústria mundial de telecomunicações. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital