Brasil Digital requer uma força-tarefa
para a capacitação dos profissionais

07/06/2018

Não adianta ter plataformas de última geração, equipamentos e software se não houver pessoas preparadas para a digitalização, advertiu o chairman da Nokia para a América Latina, Aluizio Byrro. Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o executivo assegurou que, para se tornar mais digital, o Brasil precisa modernizar o marco regulatório, investir em educação e na capacitação dos recursos humanos.

“Precisamos que as empresas e seus dirigentes entendam a real necessidade de investir na preparação dos seus profissionais”, insistiu Byrro. Para ele, o Brasil ficará cada vez menos competitivo se não adotar medidas que acelerem a digitalização. Com relação ao ambiente para o desenvolvimento tecnológico, o executivo salientou que ainda há muito por fazer no País.

Propostas do Painel Telebrasil 2018 No documento Propostas do Painel Telebrasil 2018, um dos pontos elencados para se ter um Brasil Digital até 2022 é a criação do equivalente ao Sistema S para as TICs, com o intuito de assegurar a capacitação de 1 milhão de profissionais especializados no prazo de quatro anos. Também há a reivindicação para a definição de uma política industrial com foco na competitividade futura.

Assista à entrevista com o chairman da Nokia, Aluizio Byrro.

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

Telecomunicações precisam estar na agenda prioritária de Governo


De acordo com o presidente da Telebrasil, Luiz Alexandre Garcia, a indústria está ávida para fazer investimentos, mas é preciso que se definam políticas públicas que deem prioridade ao Brasil Digital. Leia mais

Brasil necessita desbloquear dinheiro velho para investir em banda larga


A afirmação é do presidente da Telefônica Vivo, Eduardo Navarro. Segundo ele, a digitalização precisa estar na agenda pública de todos os candidatos a cargos eletivos. “O momento é perfeito para termos um compromisso”, observa. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital