Anatel faz teste de campo para
avaliar frequências para o 5G

02/04/2018

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está fazendo um teste de campo para testar o uso da faixa de 3,5 GHz para a oferta do 5G e assegura que a convivência do novo serviço com as TVs parabólicas, da banda C do satélite, será possível. “Já fizemos os estudos teóricos e vimos que por meio da adaptação do terminal que o cliente tem em casa as duas tecnologias convivem harmonicamente”, explica o superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da Anatel, Vitor Menezes.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, Vitor Menezes revela ainda que outras faixas estão em estudo para o 5G, entre elas, a de 26 GHz, que hoje está sendo usada pela Banda KA, do satélite. Ainda assim, a Anatel mostra-se tranquila com a relação pacífica entre os serviços.

As redes 5G devem alcançar 40% da população mundial em 2025 e atingirão 14% do mercado. O primeiro milhão de usuários de 5G será atingido já no próximo ano, estima a GSMA Intelligence, e em 2020 serão cerca de 20 milhões, saltando para 1,2 bilhão em 2025.

Assistam à entrevista com o superintendente da Anatel Vitor Menezes.

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

Governo elege a nova Lei de Telecom como instrumento de fomento à Estratégia Digital

Instituída pelo presidente Michel Temer, a E-Digital dispõe de um conjunto de 100 ações para impulsionar a digitalização no País nos próximos quatro anos. No eixo referente às TICs, ficou estabelecido o avanço da oferta de banda larga móvel com a massificação do 4G. Leia mais

Agenda da Indústria 4.0 exige o fortalecimento do setor de TICs

Com menos de 5% das empresas brasileiras podendo ser conceituadas como Indústria 4.0, o governo federal lançou uma agenda, com previsão de investimentos de R$ 8,6 bilhões, para incentivar a modernização do parque fabril nacional com o uso de tecnologias como Inteligência Artificial e Internet das Coisas. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital