Tecnologia é o pilar da reforma tributária

02/04/2018

A tecnologia é o pilar da reforma tributária, uma vez que toda a cobrança será feita por uma plataforma 100% online, observa o deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), relator da proposta. O parlamentar adverte para a necessidade de se fazer um esforço para a votação acontecer até junho. “Senão vai ficar para 2019, com um novo governo, novo Congresso. Vamos perder um trabalho que está pronto.”

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, o parlamentar reforça que o setor de telecomunicações ficará enquadrado no imposto seletivo, sob o controle da União. Já Internet ficará no regime do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA), que será criado após a extinção de nove impostos, entre eles, o ISS e o ICMS. “Posso garantir que não haverá aumento de carga tributária para ninguém. O sistema vai enxugar”, assegura.

Segundo Hauly, o modelo online pressupõe a criação de um cadastro nacional único de pessoas jurídicas e físicas e uma nota fiscal eletrônica única. “Os impostos serão cobrados online no ato de cada etapa da cadeia produtiva. O dinheiro do imposto ficará retido e vai diretamente para a União, estados e municípios, de acordo com o percentual que cada um vai ter.”

Assistam à entrevista com o deputado Luiz Carlos Hauly, do PSDB-PR, sobre a reforma tributária.

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

Internet das Coisas: imposto demais inviabilizará a tecnologia no Brasil


Uma das ações elencadas na Estratégia Brasileira para a Transformação Digital (E-Digital), recém-lançada pelo governo, a massificação dos dispositivos conectados só vai acontecer se o Estado entender que é preciso viabilizar os modelos de negócios, observa o diretor do MCTIC José Gontijo. Leia mais

Cresce a satisfação dos usuários de serviços de telecomunicações

Pesquisa da Anatel mostra que a telefonia móvel pós-paga passou a ser o serviço mais bem avaliado em satisfação geral no ano passado. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital