PNAD C / IBGE

No Brasil, 35% da população não usa a internet

06/03/2018

A multiplicação dos smartphones fez avançar a inclusão digital no Brasil, segundo revelou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD C), realizada no fim de 2016 pelo IBGE e divulgada em fevereiro deste ano. Mas enquanto preço e disponibilidade de serviço se tornaram problemas secundários, os dados sugerem que a maior barreira ao acesso é o desconhecimento.

“Os dois motivos mais apontados para a não utilização da rede – não sabiam usar a internet (37,8%) e falta de interesse em acessar a internet (37,6%) – abrangeram praticamente o mesmo percentual das 63,35 milhões de pessoas que não utilizaram a internet no período”, relata o IBGE.

A importância do celular na inclusão digital é evidente. Segundo a pesquisa, 77,1% de quem tem 10 anos ou mais possui um aparelho para uso pessoal. E enquanto a internet estava presente em 48,1 milhões de domicílios no fim de 2016, em mais de um quarto deles, 26,7%, a única conectividade era 3G ou 4G. Mais do que isso, para 33,4% das pessoas, o celular é o único meio de acesso à internet.

Ainda assim a banda larga fixa foi apontada como a conexão mais usada, por 81%, enquanto dados móveis corresponderam a 76,9%. “O acesso pelo celular está acima de 90% em todas as grandes regiões. Além da velocidade, o celular permite acessar a internet por redes sem fio públicas ou gratuitas, sem exigir uma rede de transmissão de dados”, resume a gerente de Pesquisa do IBGE, Maria Lucia Vieira.

A pesquisa mediu que a internet era utilizada em 48,1 milhões, ou 69,3%, dos 69,31 milhões de domicílios do País, estando disseminada na maioria dos domicílios em todas as grandes regiões: no Sudeste, 76,7% das residências a possuíam; no Centro-Oeste, 74,7%; no Sul, 71,3%; no Norte, 62,4%; e no Nordeste, 56,6%.

Veja a pesquisa completa em http://bit.ly/PNADC3TIC2016

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

Desigualdade digital só acaba com a redução dos impostos


“O governo cobra das prestadoras e cobra dos equipamentos vendidos ao consumidor. Se os tributos baixassem, haveria um grande impulso para a banda larga”, afirma o professor Arthur Barrionuevo Filho, da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital