PNAD C / IBGE

Desigualdade digital só acaba
com a redução dos impostos

06/03/2018

Baixar os impostos dos serviços de telecomunicações e dos smartphones é a medida mais eficaz para reduzir a desigualdade digital, constatada pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD C), do IBGE, de acordo com Arthur Barrionuevo Filho, professor da Fundação Getúlio Vargas/São Paulo. Ele lembra que, hoje, entre 40% e 50% do custo dos serviços de telecomunicações são impostos.

“O Brasil é um dos países que mais taxa telecomunicações no mundo. Se o governo programasse uma redução de impostos, as pessoas de menor renda poderiam ter mais chances de ter acesso à internet”, diz o especialista.

Em entrevista à Newsletter da Telebrasil, Barrionuevo Filho observa que uma boa experiência com a internet exige uma infraestrutura de qualidade, que só virá com investimentos. “Mas se as empresas faturam 100 e ficam só com 50, 55, o incentivo para investir diminui”, aponta.

Se não bastasse taxar os serviços de telecomunicações e os equipamentos usados na infraestrutura de rede, o governo também taxa os smartphones, ação contrária dos países que elegeram a banda larga como prioridade para o desenvolvimento. Assistam à entrevista com o professor da FGV/SP Arthur Barrionuevo Filho.

Veja a pesquisa completa em http://bit.ly/PNADC3TIC2016

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

Três em cada quatro brasileiros possuem um telefone móvel para uso pessoal

Pesquisa PNAD Contínua, do IBGE, apura que 138,3 milhões de brasileiros, ou 77,1% da população, tinham celular próprio no fim de 2016. Números mostram a necessidade de definição de políticas públicas que ampliem o acesso da população à internet. Também evidencia a urgência em atualizar as legislações municipais de antenas para melhorar a qualidade dos serviços. Leia mais

Jovens estão trocando a TV pelo celular


Segundo a gerente da pesquisa PNAD C do IBGE, Maria Lucia Vieira, a mobilidade é o maior diferencial e a razão de o brasileiro estar optando pelo celular. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital