Sistema de alerta de desastres naturais por SMS terá cobertura em todo o País

06/02/2018

As prestadoras de telefonia móvel expandiram para os estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais o sistema que dá suporte ao envio de alertas para informar a população, via SMS, sobre o risco de ocorrência de desastres naturais, como chuvas fortes, alagamentos, enchentes e deslizamentos. O sistema, que começou a operar nesses três estados no dia 15 de janeiro, está disponível também no Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. A operação nos nove estados vai compreender mais de 125 milhões de telefones móveis.

Desde fevereiro do ano passado, quando foi ativado, cerca de dois milhões de cidadãos já se cadastraram, e foram encaminhadas 25 milhões de mensagens de alerta. A previsão é que ainda no primeiro trimestre o sistema esteja disponível em todo o País. De acordo com o cronograma, a partir de 19 de fevereiro, será a vez do Distrito Federal, Mato Grosso e Tocantins. E, em 19 de março, na última fase, o sistema entrará em operação no Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério da Integração, o sistema está sendo implantado em parceria com a Defesa Civil dos estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

TICs são o motor da produtividade no Brasil


Em entrevista exclusiva à Newsletter da Telebrasil, os economistas Ricardo Amorim, Allan Costa e Arthur Igreja, da multiplataforma AAA, afirmam que o Brasil entrou num ciclo positivo da economia, mas precisa reforçar a atenção à transformação digital. “Não dá para perder essa janela de oportunidade por visão distorcida”, advertem. Leia mais


Copyright © 2017-2018 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital