UIT classifica mercado brasileiro
de telecomunicações como
dinâmico e competitivo

07/12/2017

O Brasil possui um mercado de telecomunicações dinâmico e competitivo. A avaliação é da União Internacional de Telecomunicações (UIT), publicada no relatório Measuring the Information Society 2017, divulgado em novembro.

Segundo a UIT, o Brasil é um dos maiores mercados de telecomunicações da América Latina e em todos os segmentos o setor apresenta nível elevado de competição. A UIT ressalta os investimentos privados no setor de telecomunicações e diz que a expectativa é de significativa expansão, tanto da cobertura quanto da qualidade dos serviços nos próximos anos.

Nos serviços móveis, segundo o levantamento, o Brasil lidera os percentuais de penetração de celular e de banda larga móvel na região, sendo também um dos maiores do mundo. O Brasil tem 117 celulares para cada grupo de 100 habitantes, enquanto a média mundial é de 102 e a das Américas é de 114. Na banda larga móvel, o índice de penetração do Brasil é de 90%, acima das Américas (83%) e bem superior à média mundial (52%).

Em relação aos preços, a UIT levou em conta a renda nacional bruta dos países. Na telefonia móvel, o gasto do brasileiro representa 1,7% da renda, enquanto nas Américas é 3,6% e no mundo é 5,2%. Na banda larga fixa, o gasto do brasileiro representa 2,1% da renda, o que significa um terço do gasto nas Américas, que é de 6,4%, e bastante inferior à média mundial, que é de 13,9%. Na banda larga móvel, considerando 1 GB, no Brasil representa 2,3% da renda, enquanto nas Américas é 5,7% e no mundo 6,8%, em média.

Especificamente sobre o 3G, o estudo mostra que a cobertura das redes de terceira geração alcança 97% da população, acima das médias das Américas (94%) e mundial (85%). No 4G, a cobertura é de 80% da população, enquanto nas Américas é de 77% e no mundo é de 67% em média. A UIT lembra que os serviços de 4G no Brasil deverão se expandir ainda mais com a entrada em operação na frequência de 700 MHz.

A UIT evidenciou ainda a assinatura pelo governo brasileiro de um Memorando de Entendimento com a União Europeia, do qual a Telebrasil participou ativamente, para um trabalho conjunto de desenvolvimento da tecnologia de 5G. No quesito competição, a UIT lembrou que o mercado móvel é uniformemente dividido entre quatro competidores e apresenta alta demanda de dados na internet móvel. Na banda larga fixa, o País acompanha a média mundial, de 13% de penetração em relação à população.

Veja mais matérias da Newsletter da Telebrasil

Brasil é o quarto país com preço mais baixo de internet móvel


País fica atrás apenas de China, Rússia, Índia e Portugal, segundo estudo feito pela consultoria Teleco. Leia mais

Celulares 4G já superam os 3G
no Brasil

Balanço de outubro da Telebrasil mostra que o País já tem 95 milhões de acessos 4G e 92 milhões de 3G. Relatório aponta que, no décimo mês do ano, existiam 205,5 milhões de acessos à internet pela rede móvel. Leia mais

Sistema de bloqueio de celulares irregulares entra em operação em fevereiro de 2018

A primeira fase, que testará a eficácia do sistema, ocorrerá no estado de Goiás e no Distrito Federal. Leia mais

Goiânia se adequa à Lei Geral das Antenas

Prefeitura assina decreto que reduz o prazo máximo para licenciamento e instalação de antenas de celular e internet móvel para 60 dias, além de desburocratizar a apresentação de documentos, o que torna mais ágil a análise e a emissão das licenças. Leia mais


Copyright © 2017 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital