Choque de desenvolvimento só virá com a construção de infraestrutura

10/10/2017

Foto: Sérgio Dutti

O Brasil precisa de um choque de desenvolvimento, e ele só virá com a construção de infraestrutura capaz de levar banda larga para as regiões mais carentes e ainda não assistidas pela iniciativa privada, observou o conselheiro da Anatel Aníbal Diniz, que participou da sessão temática Desafios da expansão da infraestrutura urbana.

O conselheiro defendeu a elaboração de um consórcio dos investimentos públicos e privados para assegurar maior cobertura de serviços de última geração. "Mas as regiões mais carentes dependem de políticas públicas, e é aqui o papel fundamental da Anatel: defender o uso dos fundos setoriais, ou de parte deles, para essas ações", pontuou em entrevista à newsletter da Telebrasil.

Diniz revelou que está sendo redigido na Anatel o Plano Estrutural de Redes de Telecomunicações (PERT), que fará um retrato das redes existentes e dará sugestões para superar as deficiências. "Mas não tenho dúvida. É fundamental destravar os recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust)) para o desenvolvimento do setor." Assistam à entrevista com o conselheiro da Anatel Aníbal Diniz.

Veja mais matérias da Newsletter Telebrasil



Prioridade é levar conectividade a quem não tem

Plano Nacional de Conectividade está na fase final e metas preveem backhaul de fibra em 75% dos municípios e 4G em 100%, segundo o secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges. Leia mais



Banda larga precisa de investimentos acima de R$ 100 bilhões

Recursos permitiriam levar a banda larga para 90% da população em dez anos. Leia mais


Copyright © 2017 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital