Atraso na mudança do modelo de
telecom onera a sociedade

10/10/2017

Ao proferir a palestra de abertura do Painel Telebrasil 2017, o presidente da Anatel, Juarez Quadros, antecipou as próximas prioridades da agenda regulatória, destacando mudanças na avalição de qualidade e regras para a Internet das Coisas.

Ele também revelou que, pela primeira vez em anos, a proposta do Orçamento da União para 2018 contempla integralmente as necessidades do órgão regulador. O presidente da agência reguladora saiu em defesa da revisão do atual modelo do setor.

"O modelo de telecomunicações brasileiro está defasado, e quanto mais ele tenha retardo mais a sociedade perde. O modelo atual foi concebido para os anos 1990 e houve uma mudança muito acelerada. O consumidor precisa de outros serviços, mas faltam investimentos", ponderou Quadros sobre o projeto de Lei (PLC 79), que propõe alteração do modelo de telecomunicações, em entrevista à newsletter da Telebrasil, durante o Painel Telebrasil 2017.

Para Quadros, como o setor precisa do investidor privado, é preciso ter um novo arcabouço, uma nova modelagem que dê segurança jurídica, institucional e de mercado para as empresas atenderem às necessidades da sociedade. Assistam à entrevista.

Veja mais matérias da Newsletter Telebrasil



Revisão do modelo é urgente para o Brasil seguir rumo à era digital

Presidente da Telebrasil, Luiz Alexandre Garcia, adverte que conectividade é o pilar para a transformação digital. Leia mais



Gilberto Kassab: Carta de Brasília é um roteiro para as ações do Ministério

Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações considera que o Painel Telebrasil é o momento de refletir sobre os rumos da parceria entre governo e iniciativa privada. Leia mais


Copyright © 2017 Telebrasil - Associação Brasileira de Telecomunicações ... Todos os direitos reservados

Produção e edição:Editora Convergência Digital